Expo Favela Innovation Brasil 2023 tem grande público, presenças de prefeito e ministros, em seu dia de abertura - ExpoFavela

Expo Favela Innovation Brasil 2023 tem grande público, presenças de prefeito e ministros, em seu dia de abertura

Neste sábado, feira segue e terá nomes como Luciano Huck e Silvio Almeida

A Expo Favela Innovation Brasil 2023 teve o seu dia de abertura nesta sexta-feira, dia 1º de novembro, em um Expo Center Norte lotado. O público de mais 12 mil pessoas pôde ver mais de 200 empreendedores de favela de todo o Brasil, grandes conferências e debates, mais tudo o que envolve empreendedorismo e inovação nesses territórios.

Grandes nomes passaram pelo palco principal, na Plenária Sol da feira organizada pelo Grupo Favela Holding, produzida pela InFavela e com parceria social da Central Única das Favelas (CUFA), como o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, e o ministro Márcio França, que participaram da abertura, o jogador e capitão do penta, Cafu, o cantor Seu Jorge, a ministra da cultura, Margareth Menezes, a secretária de cultura da cidade de São Paulo, Aline Torres, a cantora MC Drika, o rapper MV Bill, o também rapper Hariel, entre outros.

“O primeiro dia da etapa nacional da nossa feira foi um sucesso, como não poderia deixar de ser. Tendo em vista que foi um sucesso em todos os estados, e agora estamos reunindo o que aconteceu de melhor em cada um deles. Vamos ter mais dois dias incríveis, e quem vier ao Expo Center Norte terá um grande impacto positivo sobre o universo das favelas”, disse Celso Athayde, idealizador da feira e CEO da Favela Holding.

A cerimônia de abertura da edição nacional da maior feira de negócios do mundo contou, entre outros participantes, com a presença do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, de patrocinadores do evento, da presidente nacional da CUFA, Kalyne Lima, e do conselheiro da CUFA, Preto Zezé, que chamou todos os mais de 200 empreendedores expositores da feira para o palco em um momento de muito impacto e emoção. “Hoje, vocês não são convidados, vocês são os donos da festa! A Expo Favela Innovation é de vocês”, disse Preto Zezé.

“Quero deixar nosso reconhecimento ao grande trabalho de Celso Athayde por erguer essa feira tão potente, que daqui saiam muitos projetos, e a prefeitura será parceira dessa causa de desenvolver ações concretas para fomentar o empreendedorismo nas nossas quebrada”, disse o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes.

A feira também foi marcada pela divulgação de mais uma pesquisa inédita do Data Favela, que foi apresentada pelo seu fundador Renato Meirelles. O estudo aponta, entre outros dados, que 8 em cada 10 moradores de favela pretendem empreender no território em que vivem.

“Inovar é enxergar aquilo que ninguém quer. O Data Favela, ao longo dos anos de parceria com a CUFA, descobriu que o conceito de startup não surgiu nas universidades e sim nas favelas. As condições do território, muitas vezes, fazem com que o morador de favela tenha que se reinventar e inovar”, disse Renato Meirelles, fundador do Data Favela.

Neste sábado, passarão pelos palcos da Expo Favela Innovation Brasil 2023 nomes como Natuza Nery, Luciano Huck, Silvio Almeida Helio de la Peña, Theo Rocha, Kond, Silvio Almeida, Manoel Soares, Luciano Huck, entre outros. Além dos espaços games, kids, baile de favela, o de empreendedores africanos, stands de patrocinadores entre outros. A Expo Favela Innovation Brasil 2023 vai até o domingo, dia 3 de dezembro.

Serviço:
Expo Favela Innovation Brasil 2023

Data: 1, 2 e 3 de dezembro
Local: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme, São Paulo/SP
Credenciamento imprensa: https://forms.gle/j2DRnDzWSCHY9Rur5
Ingressos: https://expofavelabr.byinti.com/

Confira a programação dos próximos dias:

Plenária Sol – Sábado – dia 02/12

10h – Empreendedorismo de Favela e sua representatividade, com Marcelo Tas(Comunicador e Educador), Geovana Borges (VP de Relações CorporativasInstitucionais da CUFA), Rene Silva (Empresário, Comunicador e Ativista), LucasLima (Program Leader no Sebrae) e Karina Tavares (Diretora CUFA Global);

11h – Educação como o único caminho para o avanço das favelas, com Sergio Gordilho (Co-presidente e CCO da Agência África), Marlova Noleto (Diretora e Representante da UNESCO), Kleber Lucas (Pastor, Cantor, Acadêmico), Nathalia dos Santos (Senior Program Officer The Rockefeller Foundation) e Anna Karla (Chefe da Assessoria de participação social e diversidade do Ministério de Direitos Humanos e Cidadania);

12h- Favela Conectada: A importância do acesso às redes no fortalecimento dacomunicação na favela, com Grazi Mendes (Diretora LATAM de Diversidade, Equidade e Inclusão na Thoughtworks), Hélio de La Peña (Ator e Humorista), Theo Rocha (Diretor para América Latina do Creative Shop da Meta) e Maren Lau (Vice-presidente regional da META para a América Latina);

13h – A importância da produção local: Uma reflexão sobre como os veículos podem democratizar e como os espectadores podem ter mais acesso a conteúdos que representem o seu universo, com Samantha Almeida (Diretora de Diversidade e Inovação em Conteúdo nos Estúdios Globo), KondZilla (Produtor, empresário e apresentador de tv) e Erick Bretas (Diretor de produtos digitais e canais pagos da Globo);

15h – Comunicação, Direitos Humanos e Feminismo: Como construir uma narrativa que não permita o desvio dessas agendas, com Natuza Nery (Jornalista, palestrante e podcaster), Silvio Almeida (Ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania) e Ana Fontes (Empreendedora Social e fundadora da Rede Mulher Empreendedora);

16h – Acelerando os corre. Como a comunicação certa encurta caminhos, com Manoel Soares (Apresentador, escritor e jornalista), Rodrigo Faro (Apresentador) e Allan Barros (Empresário);

17h – Preto Zezé entrevista Luciano Huck: Uma reflexão sobre a interação entre negócios das favelas e do asfalto, com Preto Zezé (empreendedor, produtor artístico e musical, escritor, ativista brasileiro e Conselheiro da CUFA) e Luciano Huck (Apresentador);

Plenária Lua – Sábado – 02/12

11h – Potencialização: A importância do pertencimento em grandes organizações, com Claudio Paim (Diretor de produtos publicitários da Globo), Camila Santos (Head de negócios e projetos na B4People), Luca Lopes (Jornalista), Haynabian Amarante (sócia e COO da Hustlers.br), Fernando Guinato (Diretor Geral na WTC Events Center e Sheraton São Paulo WTC Hotel);

13h – Diversidade e inclusão: A importância da desconstrução de estereótipos na criação de novos modelos de beleza, com Márcia Silveira (Head de Diversidade, Equidade e Inclusão na L’Oréal Brasil), Marcela de Masi (Planejamento estratégico para a O Boticário) e Rosana Martins (Empresária);

14h – Comunicação e favela: Como a favela pode avançar na sua comunicação para alcançar seus objetivos, com Hugo Rodrigues (Presidente do conselho do McCann Worldgroup para WMcCann, Craft e Aldeiah), Carolina Rodrigues (Consultora de carreira, palestrante e entusiasta da pauta racial), Victor Garcez (Fundador da Vision03 Games e criador do jogo A Cura), Ariane Santos (fundadora da Badu Design) e Mateus Lima (CEO do Todas Por Uma);

15h – Educação e leitura: Como tornar a leitura um hábito não obrigatório na quebrada. Da obrigação para lazer, com Diogo Santana (Escritor), Bhetty Brazil (Escritora), Carlos Arcanjo (Conselho Estadual da Criança e do Adolescente) e Aisha Candido(Educadora social e responsável pelo projeto O Jaca é mídia);

16h – Mulheres empreendedoras de favela: A potência feminina nos negócios dequebrada, com Sara Mara (Trancista, comunicadora, influenciadora e empresária), Fabíola Silva (Líder da rede Gerando Falcões e influencer social), Daysi Lee (Nail Designer), Camila Fusco (Diretora de empreendedorismo do Facebook) e Viviane Almeida (Empreendedora);

17h- Samba, funk e rap: É som de preto, de favelado e quando toca ninguém fica parado, com Humberto Miranda (Produtor musical) Silmara Gonçalves (Educadora Social e Compositora) e Caroline Félix (Cantora e compositora de Funk cria da Favela da Cidade Alta);

Plenária Sol – Domingo – dia 03/12

11h – Arte, Favela e Sucesso – Como ter visibilidade e reconhecimento sem perder a favela de vista, com Helena Berthô (Diretora Global de Diversidade e Inclusão no NuBank), Jonathan Azevedo (Ator) e Serjão Loroza (Ator, Cantor);

12h – Gestão de Redes: Periferia e Influência, com AD Júnior (Empresário, consultor e comunicador) e Thelminha (Apresentadora e médica);

13h- Inteligência de negócios: Acelerando os negócios da base até o topo da pirâmide, com Joyce Santos (Gestora do Sebrae Comunidades), Adriana Barbosa (CEO PretaHub) e Murilo Duarte (Favelado Investidor);

14h – Uma conversa entre Paula Lima e Jonathan Haagensen sobre carreira e asmúltiplas formas de arte que um jovem de favela pode ter, com Paula Lima (Cantora, Atriz) e Jonathan Haagensen (Ator, diretor e produtor);

15h- Aprendendo com a África. Entender como a África cresce nos ajuda a crescer, porque somos África também, com Manoel Soares (Apresentador, escritor e jornalista), Tiniyko Kumalo (Consulesa Geral da África do Sul), Carolina Morais (Co-fundadora The African Pride) e Abena Busia (Embaixadora de Gana);

16h – A importância do podcast na democratização do acesso da favela à comunicação, com Igor 3K (Podcaster e criador do Flow Podcast);

18h – Diversidade Musical na Favela: A força e influência de outros estilos musicais dentro das periferias, com Tico Santa Cruz (Cantor, Compositor e Escritor) e Ezeq Souza (Educador Musical);

19h – Cadeia produtiva da música – Como as favelas podem ser protagonistas no mercado, com Thiago Simpatia (Apresentador, Repórter, Produtor) e Daniela Mercury (Cantora e compositora);

Plenária Lua – Domingo – 03/12

11h- A influência do esporte na promoção de saúde e bem estar da sociedade, com Luana Galdino (Fisioterapeuta, especialista em Neurociências e Comportamento, influenciadora digital), Fábio Casita (Professor) e Ellen Valias (Influenciadora digital);

12h- Do sonho ao sucesso: Gestão de negócios na quebrada, com Jean Carlos(empreendedor e proprietário da Box Marcenaria), Gilsane Mutuku (Fundadora da ANNERI), e Leona Moreno (Escritora e comunicadora);

14h – Conquistas dos movimentos de luta PCS, com Pedro Avelar (Especialista em Diversidade, Desenvolvimento Humano) e Marcos Pelegrini (Especialista emtecnologia assistiva e Consultor);

15h – Democratização do acesso à cultura: Do que estamos falando, com Sandra Sergio (Diretora executiva do Museu de Arte do Rio) e Patrícia Marys (Gerente de Educação e da Escola do Olhar no Museu de Arte do Rio);

16h – Economia Criativa: Como potencializar a participação das juventudes, comLeonardo Barchini (Diretor e Chefe da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura no Brasil (OEI)) e Deca Farroco (Deca Farroco – Gerente de Produção e Projetos Especiais na Fundação Roberto Marinho);

17h – A influência africana no Brasil e seus aspectos em comum a nossa cultura:Culinária, música, dança e religião, com Gislaine Antônio (Conselheira no Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade negra de Campinas/SP e Conselheira no Comitê Antirracista da Associação Atlética Ponte Preta) e Solange Ferreira (Coreógrafa e Diretora da Cia. Tribo).

Deixe um comentário

Desenvolvido com essência pela: umbudigital
Pular para o conteúdo